noticias49 Seja bem vindo ao nosso site Web TV e Rádio Nacional!

Saúde

Saúde mental: medidas de prevenção podem evitar transtornos mentais graves

Publicada em 10/01/24 às 08:23h

Web TV e Rádio Nacional/Governo CE


Compartilhe
Compartilhar a noticia Saúde mental: medidas de prevenção podem evitar transtornos mentais graves  Compartilhar a noticia Saúde mental: medidas de prevenção podem evitar transtornos mentais graves  Compartilhar a noticia Saúde mental: medidas de prevenção podem evitar transtornos mentais graves

Link da Notícia:

Saúde mental: medidas de prevenção podem evitar transtornos mentais graves
 (Foto: Brauliana Barbosa)

Saúde mental pede cuidados individuais, atitudes institucionais e políticas públicas dedicadas à qualidade de vida de todas as pessoas. O Janeiro Branco, movimento que defende os cuidados com a saúde mental, realizado em todo o país, completa dez anos em 2024, mas só foi reconhecido em lei em abril do ano passado. Como prova de que o bem-estar emocional interfere em todas as áreas da vida, a lei nº 14.556 instituiu oficialmente a campanha em todo o território nacional.

Esse ano, o tema é: “Saúde mental enquanto há tempo! O que fazer agora?”. A importância desses cuidados é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e vem ganhando cada vez mais lugar nos espaços de discussão sobre políticas públicas de saúde.

O psiquiatra do Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Helder Gomes, afirma que os estudos apontam que há uma tendência do aumento de doenças psiquiátricas em diversos países do mundo, inclusive no Brasil, com destaque para ansiedade e depressão. “O problema mais comum na população é o transtorno de ansiedade generalizada e o Brasil foi considerado pela OMS como o país com maior taxa de ansiedade do mundo. Estima-se que até 10% da população pode sofrer com algum transtorno ansioso em algum momento da vida. O transtorno depressivo é apontado logo em seguida, com prevalência elevada, podendo acometer até 7% da população brasileira”, relata.

Além dos dois transtornos, Gomes explica quais outros problemas são mais identificados no atendimento do HSM: “na emergência do hospital, observamos ainda grande ocorrência de transtorno afetivo bipolar (TAB), transtorno do espectro autista (TEA), transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e as dependências químicas, incluindo álcool, cigarro, crack e cocaína”, afirma.

Prevenção

Uma série de medidas deve ser adotada para evitar desequilíbrios emocionais e transtornos mentais. Uma delas é a terapia com psicólogo, a mais adequada e consolidada nos estudos, tanto para prevenção quanto para a melhora de transtornos mentais. Profissionais indicam que as pessoas, de uma maneira geral, devem procurar terapia em algum momento da vida, já que problemas acontecem na vida de todos nós.

“Também é importante dormir bem com as medidas adequadas de higiene do sono, ter uma alimentação balanceada, se possível com o auxílio de nutricionista, realizar exercícios físicos regularmente e outras atividades que provoquem relaxamento, como meditação, tai chi chuan e yoga. Essas medidas são essenciais na prevenção de transtornos mentais”, alerta o psiquiatra.

Fatores que podem levar ao comprometimento da saúde mental

Com uma sociedade acelerada, que exige muitas demandas, a saúde mental pode ficar comprometida. “Todos nós exercemos diversas funções, muitas atividades e nem sempre conseguimos suportar tantas pressões e cobranças em diversas situações. Além disso, há questões mais interiores, endógenas, como chamamos, e que envolvem ordens genéticas, receptores cerebrais, neurotransmissores, que fazem parte da gênese biológica de diversos transtornos”, explica.

Tratamentos

O psiquiatra ressalta que além da terapia com o psicólogo, é importante, nos casos mais graves e com sintomas mais intensos, realizar acompanhamento psiquiátrico, muitas vezes com a necessidade de prescrição medicamentosa. “Sempre que o psiquiatra recomendar algum medicamento é porque existe uma avaliação de custo-benefício e de que o tratamento trará maior qualidade de vida e bem-estar”, frisa.

Onde buscar ajuda?

O atendimento ao paciente psiquiátrico inicia-se na rede de atenção primária, onde o médico do posto de saúde faz as orientações e o atendimento dos principais casos. Da mesma forma que hipertensão e diabetes podem ser cuidadas nos postos de saúde, doenças como a depressão e a ansiedade, também podem ser tratadas nesse âmbito. Os medicamentos mais usados para esses transtornos estão disponíveis nesses locais.

Os casos que necessitam de uma atenção mais especializada pelo próprio psiquiatra podem ser encaminhados para a rede secundária, que são os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), localizados em diversos bairros e municípios.

Já os casos mais graves que exigem atendimentos de emergência por instabilidade do quadro ou que precisam de internação hospitalar podem ser encaminhados para a rede terciária, na qual o principal representante no estado do Ceará é o Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), em Messejana, na capital cearense, que conta com emergência 24h.

Serviço

Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM)
Rua Vicente Nobre de Macedo, s/n – Messejana
Emergência 24h

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (82)996922974

Copyright (c) 2024 - Web TV e Rádio Nacional - Inovação em Comunicação
Converse conosco pelo Whatsapp!